Fotolog forms Twitter Orkut

Nosso dia 8



Sobre amor: não desista tão fácil.

De alguma forma, eu acho que está rondando por aí um conceito errado de amor. Vamos deixar claro desde o inicio, não é como se eu tivesse a fórmula definitiva do amor e soubesse quando ele existe ou não, quando ele está certo ou não. Mas, algumas coisas, algumas atitudes, eu não posso simplesmente ver e achar que é questão de "cada um com seu cada qual". Algumas coisas vão além. E ver essas coisas me deixa um tanto aflito. O meu conceito de amor é que está errado, então?

Senão, vejamos. Eu vi por aí (sei de vários!) fim de longo namoro porque o namoro em questão tinha se transformado em uma grande amizade. E que sem paixão não dá pra viver. E que não dá pra viver amando o melhor amigo.

Eu não consigo concordar com isso. Respeito o sentimento alheio, mas não entendo. Eu entendo que no meio do caminho de um relacionamento de anos você pode "enjoar" da pessoa e não querer estar mais com ela. Você pode sentir falta daquela paixão avassaladora do começo, pode querer sentir tudo aquilo de novo. Mas, será? Será que esse é o ideal, viver constantemente em uma montanha-russa?

Quando penso em passar o resto da minha vida com uma pessoa, não penso que ficarei todo dia desesperado de paixão, pensando nela o tempo todo, chorando se ela não está. Eu me imagino vivendo aqui e a pessoa lá, com a gente se encontrando no final do dia, compartilhando a nossa vida. Uma parceria. Uma grande amizade, por que não?

A maioria das pessoas querem um amor de cinema, das grandes paixões fulminantes e dois anos depois se cansam e decretam que acabou. Não parecem perceber que o amor não é assim, ele é construído todo dia. E que a pessoa do seu lado certamente terá um monte de defeitos e justamente por isso vocês devem continuar juntos. Porque, sabe, não existe ninguém no mundo que não seja insuportável. Eu sou, você é. Seu namorado é. Mas, é essa pessoa que estará contigo até o final e é com ela que você deve se preocupar. Não com as possibilidades lá fora, todo um mundo de pessoas que esbravejam alegremente a solteirice e choram baixinho de solidão sem contar pra ninguém.

Eu não consigo imaginar como pode ser um defeito o amor da minha vida ser o meu melhor amigo. É claro que amar o seu melhor amigo não é garantia de um compromisso eterno (nada é garantia pra isso). Mas, se apaixonar loucamente também não é.

Seria bacana se as pessoas tentassem um pouco mais. Vejam que a vida não é fácil, que é maravilhoso ter do seu lado alguém que você conhece, que sabe das suas manias e dos seus defeitos. E que, mesmo assim, está do seu lado. Apaixone-se pelo amor que vocês tem um pelo outro. Enquanto houver amor, tente.

do Carpinejar

Espero alguém que não tenha medo do escândalo, mas tenha medo da indiferença. Espero alguém que ponha bilhetinhos dentro daqueles livros que vou ler até o fim. Espero alguém que nunca abandone a conversa quando não sei mais falar. Espero alguém que, nos jantares entre os amigos, dispute comigo para contar primeiro como nos conhecemos. Espero alguém que prove que amar não é contrato, que o amor não termina com nossos erros. Espero alguém que não se irrite com a minha ansiedade. Espero alguém que arrume ingressos de teatro de repente, que me sequestre ao cinema, que cheire meu corpo suado como se ainda fosse perfume. Espero alguém que não largue as mãos dadas nem para coçar o rosto. Espero alguém que me olhe demoradamente quando estou distraído, que me telefone para narrar como foi seu dia. Espero alguém que procure um espaço acolchoado em meu peito. Espero alguém que leia uma notícia, veja que haverá um show de minha banda predileta, e corra para me adiantar por e-mail. Espero alguém que fique me chamando para dormir, que fique me chamando para despertar, que não precise me chamar para amar. Espero alguém com uma vocação pela metade, uma frustração antiga, um desejo de ser algo que não se cumpriu, uma melancolia discreta, para nunca ser prepotente. Espero alguém que comente sua dor com respeito e ouça minha dor com interesse. Espero alguém que pinte o muro onde passo, que não se perturbe com o que as pessoas pensam a nosso respeito. Espero alguém que vire cínico no desespero e doce na tristeza. Espero alguém que curta o domingo em casa, acordar tarde e andar de chinelos, e que me pergunte o tempo antes de olhar para as janelas.

Fabrício Carpinejar

Sem drama sem drama sem drama

Posted in
A doença serve pra ganhar carinho ou pra mostrar o quanto vale a vida? Ou apenas seu corpo pedindo que cuide um pouco mais de si?

A pergunta serve para ser respondida? Ou apenas pra gerar mais perguntas? Talvez não valha a pena.

Eu sempre soube que de nada ia adiantar mudar a cena, trocar o lugar. Amanhã pode ser um dia diferente pra te mostrar que por mais ruim que esteja, pode piorar.

O amanhã pode ser um dia diferente com os mesmos acontecimentos.

Moreno. #1

Acho bonito quando te vejo sem pose, leve, doce. Sinto uma vontade imensa de grudar em você e conversar amenidades, sei que posso também te contar as coisas mais profundas de mim.
Espero que o tempo seja leve, que o caminho tenha mais prazer que dor, que venham mais paz que tempestades. Sigo o caminho considerando as ideias e os sentires, esperando que minha luz torta te sirva de lanterninha no caminho.
Quero te escrever coisas bonitas, mas me falta verbo. (Você se declara melhor que eu, mesmo assim eu tento)

Deixo tudo assim

Não sou muito chegado à rotina e de ter excesso de estabilidade, torna a vida monótona demais. Mas consigo ficar feliz com coisas simples... ver um filme e gostar dele, empolgar com um jogo novo, ficar enfurnado com os amigos em casa um fim de semana inteiro trocando a noite pelo dia, patinar no parque, fazer algumas gordices enquanto joga conversa fora, fotografar tudo que vejo pra lembrar com riqueza de detalhes depois, gastar dinheiros com supérfluos que nunca tive, lembrar de coisas boas, dormir tarde, ficar de 'mimimi' com o meu moreno, brincar com a minha cachorra e fotografar meus gatos...

Não me esforço pra escrever nada engraçado, muito menos algo com a qualidade e genialidade de algum escritor que eu gosto, me contento com algumas imagens e partes de textos ou músicas.

"Onde vivem os monstros" é um dos melhores filmes que eu já vi, gosto dos diálogos.

Sabe o que seria divino agora? Deitar em um colchão no meio da sala da minha casa abraçado com o moreno e assistir um filme qualquer enquanto minha cachorra exageradamente carente tenta descolar um cafuné e meus gatos brincam como retardados com bolinhas de papel no chão.

Meus ideais parecem cada vez mais distantes, mas espero chegar lá um dia. E não, não interessa pra você quais são eles.

"Se não for eu quem mais vai decidir o que é bom pra mim? Dispenso a previsão."

Laços de sangue são apenas sangue

Posted in
A caneca com capuccino soltando fumaça ao meu lado me lembra que a noite é fria, músicas com letras que gritam uma verdade solitária, que anos depois eu viria a descobrir ser dividida por um punhado de pessoas bonitas, tão bonitas quanto eu, mas eu não via isso na época e eu confesso que não é difícil de enxergar em madrugadas como essa.

Quando lembro de você, principalmente em madrugadas assim, em noites em que eu me sinto sozinho e faço rascunhos sobre os motivos pelos quais não sou, a tristeza é sempre a mesma. Foram alguns episódios onde eu esperei alguma coisa e a sua resposta foi o silêncio. O rancor que eu tenho no peito é uma coisa amarga e horrível, é uma pena que isso impeça qualquer coisa entre nós. Desculpe por isso.

Eu preciso ser melhor que você, e eu vou ser tão melhor, mas tão melhor que madrugadas assim vão ser uma lembrança falha, desculpe, mas eu já sou tão melhor que você.

Às vezes eu me esqueço.

Os bons sagitarianos entenderam

Hoje não é um daqueles dias que eu me olho no espelho e me sinto bonito. Mas por outro lado, não é um daqueles dias em que me olho no espelho e me sinto excepcionalmente feio. Não gosto assim. Gosto de Intensidade. Tudo ou nada. Preto ou branco. Bom ou mau. 8 ou 80.

Um post açucarado

Nos últimos tempos tem alguém me fazendo bem feliz e tals. Só que felicidade não é tudo. É preciso qualidade de felicidade. Tem que ser uma sensação que dure mais de um dia, que apesar dos pesares te faça acordar com vontade de falar com ele, contar as horas, e quantos minutos faltam para vocês conversarem/discutirem/ficarem de mimimi.

É a sensação de felicidade verdadeira, e mesmo ele gostando da Britney Spears ele continua perfeito pra mim. Acho que certas diferenças só nos deixam mais próximos e em cumplicidade. É quando você sai da sua zona de conforto e permite que ele te conheça de verdade, se joga mesmo sabendo que pode perder, mesmo já tendo se machucado tantas vezes, algo dentro de você diz que vale a pena.... e vale mesmo.

E esse post é só porque hoje estou a fim de dizer que encontrei alguém que faz meu mundo parar, quero dizer que tem algo muito importante acontecendo comigo, algo que na verdade não achei que fosse acontecer. Sim, sou uma pessoa comprometida e sou feliz com isso, não sou mais o solteiro com orgulho, o gatinho da balada, sou o cara sortudo que ganhou um lindo mimo da vida.

"Você é meu raio de sol, meu único raio de sol"

Sabe aqueles dias de muita chuva em que, mesmo assim, o sol insiste em brilhar forte lá no céu? Então, é mais ou menos assim que eu me sinto por saber que tenho você.