Fotolog forms Twitter Orkut

vinte e poucos anos


chega uma etapa em que a vida se torna mais que apenas algumas noite de festas, risadas aleatórias e uma liberdade avulsa, ainda fico feliz com os meus aniversários (tirando o dos vinte anos, aquele foi pesado pra mim), mesmo sentindo o peso de cada ano. há quem diga que sou muito jovem pra me importar com idade, mas só eu sei os dilemas dos meus vinte e poucos anos, e tudo o que isso me traz. vinte e dois anos e nenhum problema/resolvido, nenhuma carta escrita nem recebida.


quantas coisas mudam em um ano? quantas pessoas entram em sua vida e quantas somem? dá um certo frio na barriga imaginar que tudo muda o tempo todo e tanto. tem hora que eu queria parar as mudanças, só um pouquinho, só o tempo suficiente pra eu me arrumar e me encontrar nessas minhas andanças.

1 comentários:

Reeh disse...

Também sinto o peso dos meus vinte e pouquinhos anos. As vezes da uma grande vontade de parar o mundo, para juntar os pedaços, tentar 'colar' os cacos... Mas de q adiantaria? Sempre ficariam as marcas... a vida é assim, o tempo não pára pra gente se recompor, é preciso aceitar os fatos ou tentar muda-los!

PS: Adoro teu blog e vc é um fofo *-*