Fotolog forms Twitter Orkut

Entre o real e o abstrato


 Fiquei ali na janela pensando em nós.
Mas um "nós" que ainda não aconteceu,
que talvez um dia aconteça ou quem sabe nunca venha a acontecer realmente.

"Eu acho tão bonito isso de ser abstrato, baby" 
já diria Lulu Santos e realmente o é.

Às vezes certos momentos que queremos muito que se realizem
são muito mais lindos nos nossos pensamentos do que quando se concretizam,
como se na nossa infinita imaginação as coisas fossem muito mais exatas e fugazes,
mais límpidas e certas, mais românticas e muito mais perfeitas.

Dá um frio na barriga de pensar que aquilo tudo pode ser verdade.
Uma apreensão bate no peito,
uma insegurança invade a espinha
e a adrenalina percorre por cada parte das células sanguíneas.
Humm... Vontade, desejo, paixão... Medo!!


.

1 comentários:

Ana.K disse...

Eu diria, como Gessinguer:
Entre o real e o abstrato,entre a loucura e a lucidez, entre o uniforme e a nudez...